Você está aqui: Entrada Notícias Notícias em rodapé Barcelos assinala o 9.º Centenário do Nascimento de D. Gualdim Pais

Barcelos assinala o 9.º Centenário do Nascimento de D. Gualdim Pais

Barcelos associa-se aos municípios de Braga, Coimbra, Tomar e Vila Verde para assinalar o 9.º Centenário do Nascimento de D. Gualdim Pais, cavaleiro de D. Afonso Henriques e Mestre da Ordem do Templo, cujo programa foi apresentado, esta terça-feira, dia 4 de setembro, nos Paços do Concelho.

A apresentação da iniciativa contou com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, da Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias, do Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Braga, João Lobo, e do professor e investigador António Afonso.


As Jornadas Gualdinianas contemplam diversas iniciativas, a realizar nos cinco municípios, como conferências, palestras, teatro, visitas guiadas a espaços culturais e lançamento da obra “O Fronteiro de Deus – A Vida Heróica de D. Gualdim Pais, o maior monge-guerreiro de Portugal”, do escritor Fernando Pinheiro.


O programa arranca em Barcelos nos dias 21 e 22 de setembro (ver programa abaixo), seguindo para Braga (29 de setembro), Coimbra (6 de outubro), Tomar (13 de outubro) e culminando em Vila Verde (20 de outubro).


A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos sublinhou que esta “é uma iniciativa que nos orgulha e um exemplo de boas práticas dos municípios”. Armandina Saleiro realça o facto dos cinco municípios se associarem “para criar um programa de excelência em torno de uma figura histórica que teve uma grande importância no nosso território e na fundação da nacionalidade”.


Lídia Dias, Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga, classificou esta ação de “única, porque reúne um conjunto vasto de concelhos, dando relevância a figuras que foram importantes na construção do nosso território”.


João Lobo, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Braga, fez questão de “louvar os municípios” que se associaram nesta iniciativa, aproveitando, ainda, para lembrar o importante papel do Castelo de Faria, em Barcelos, na fundação de Portugal.


António Afonso, professor e investigador, defendeu a tese de que D. Gualdim Pais nasceu no concelho de Barcelos, mais concretamente em Mereces, Barcelinhos, e não em Amares, como habitualmente é referido.

O professor recorre, para isso, a fontes e documentos históricos, como a obra de Domingos Maria da Silva, investigador amarense, que, em 1953, “chegou à conclusão” de que D. Gualdim Pais nascera em ‘Marecos’ (atualmente lugar de Mereces, em Barcelinhos), tendo comunicado a descoberta ao Município de Barcelos, à época presidido por Mário Norton, tendo o facto ficado exarado em ata de reunião de Câmara.

BARCELOS
21 DE SETEMBRO


21h30 – Teatro Gil Vicente. Representação do drama histórico “O Fronteiro de Deus – A Vida Heroica de D. Gualdim Pais, o maior monge-guerreiro de Portugal”, pela Nova Comédia Bracarense.

22 DE SETEMBRO

9h30 – Lugar de Mereces, Barcelinhos. Início da subida ao monte da Franqueira para visita às ruínas do Castelo de Faria.

11h15 – Ruínas do Castelo de Faria. A importância do Castelo de Faria na Fundação da Nacionalidade Portuguesa, pelo historiador Carlos Alberto Brochado de Almeida.

15h30 – Auditório da Câmara Municipal de Barcelos. Conferência Barcelos, Terra Condal.

16h00 – D. Gualdim Pais – Um Herói Barcelense, por António Afonso.

17h00 – Apresentação do romance histórico “O Fronteiro de Deus – A Vida Heroica de D. Gualdim Pais, o maior monge-guerreiro de Portugal”, de Fernando Pinheiro.

21h30 – Teatro Gil Vicente. Representação do drama histórico “O Fronteiro de Deus – A Vida Heroica de D. Gualdim Pais, o maior monge-guerreiro de Portugal”, pela Nova Comédia Bracarense.

classificado em: