Você está aqui: Entrada Notícias Notícias em rodapé Circulação rodoviária na Rua Irmã S. Romão já está disponível

Circulação rodoviária na Rua Irmã S. Romão já está disponível

Já é possível circular de automóvel na Rua Irmã S. Romão. A abertura desta via de sentido único, com circulação desde o Campo 5 de Outubro (poente) para a Rua D. Nuno Álvares Pereira (nascente), possibilita a circulação em torno de um dos principais quarteirões da cidade e facilita os acessos às zonas comerciais.

A entrada na rua pela Avenida D. Nuno Álvares Pereira mantém-se com acesso condicionado (via sem saída com possibilidade de inversão de marcha), de forma a possibilitar o acesso a garagens e comércio local.
No que diz respeito ao parqueamento, a solução será alternada entre estacionamento perpendicular (vertente norte e Travessa da Teixeirinha) e paralelo (na vertente sul) à via, num total de 45 lugares, dos quais 2 são destinados a pessoas com mobilidade condicionada e 1 para cargas e descargas.
Tendo em consideração a forte componente pedonal, foi colocada na entrada poente da rua uma plataforma de nível para uma circulação comum entre o carro e o peão, resultando numa pequena praça, que funciona como continuidade pedonal e remate urbano com o Campo 5 de Outubro, bem como salvaguarda da imagem arquitetónica do edifício de gaveto entre a Rua Drº. Manuel Pais e a Rua Irmã S. Romão (fachada com interesse arquitetónico e patrimonial).
Esta plataforma apresenta um desnível entre a circulação viária e pedonal. O acesso automóvel é feito por intermédio de rampas de entrada/saída e a circulação do peão será demarcada com pilaretes metálicos e pela natureza do pavimento. Por outro lado, a redução da largura da faixa de rodagem para mínimos de 3 metros (dimensão mínima para veículos de emergência) induz a redução da velocidade de circulação e aumenta a segurança dos utilizadores. Trata-se de uma solução vulgarmente utilizada e experimentada em locais com estas características e cujos resultados demonstram uma utilização segura e respeitosa entre peões e automóveis.
Os pavimentos aplicados respeitaram os critérios e a continuidade dos materiais empregues nas recentes intervenções do Campo 5 de Outubro e da Av. D. Nuno Álvares Pereira, designadamente o lajeado de granito, a calçada com predominância do micro cubo de granito amarelo e revestimento táctil em lajetas de betão para marcação de passadeiras e acessos.
A Rua Irmã S. Romão encontra-se inserida em área de proteção e salvaguarda do centro histórico da cidade de Barcelos e possui uma importante função na ligação entre as áreas nascente e poente da cidade, nomeadamente no que respeita aos acessos entre a Avenida Dom Nuno Álvares Pereira e zona das escolas com o Campo 5 de Outubro e a Avenida da Liberdade.
A obra teve um custo de 309.324,65€ (trezentos e nove mil, trezentos e vinte e quatro euros e sessenta e cinco cêntimos), acrescido de IVA.

classificado em: