Você está aqui: Entrada Notícias Notícias em rodapé Primeira grande romaria do Minho prepara-se para bater recorde

Primeira grande romaria do Minho prepara-se para bater recorde

Mais eventos, mais dias, mais tradição, a primeira romaria do Minho espera bater recorde de visitantes. O programa da Festa das Cruzes 2017, que decorre entre os dias 23 de abril e 7 de maio, foi apresentado, hoje, no auditório municipal, pelo Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, e contou com a presença do Provedor da Real Irmandade do Senhor da Cruz, Pedro Ferreira, e pelo Prior de Barcelos, Monsenhor Abílio Cardoso. Mickael Carreira, Amor Electro e Anjos são alguns dos cabeças de cartaz da Festa das Cruzes 2017, mas pelo palco irão passar muitos nomes da música nacional.

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos referiu no seu discurso que "a Festa das Cruzes terá muitas iniciativas para todas as idades, não esquecendo a juventude, com um programa alargado do Bamos às Cruzes! que este ano conta com sete noites de diversão no Jardim das Barrocas".
Para Miguel Costa Gomes, "este ano foi criado um programa divertido e popular que, no final, irá satisfazer a população e quem visitar Barcelos ao longo dos quinze dias da Festa".
O Provedor da Real Irmandade do Senhor da Cruz, Pedro Ferreira, e o Prior de Barcelos, Monsenhor Abílio Cardoso, abordaram a parte religiosa, aludindo aos "tapetes de pétalas naturais que estarão expostos no Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz" e ainda das novidades "da Grandiosa Procissão da Invenção da Santa Cruz que este ano terá alusão ao Ano Mariano e às comemorações do Centenário das Aparições de Fátima".
Quanto às festividades, os Zés P'reiras, os ranchos folclóricos e as rusgas vão invadir a cidade de música e alegria desde o primeiro ao último dia da Primeira Grande Romaria do Minho.
É uma das maiores festas religiosas do país e este ano une na perfeição o popular, o tradicional e o religioso. Mais de 60 eventos, mais participantes e mais música vão fazer da Festa das Cruzes 2017 um momento único no país. Uma das grandes novidades desta edição é a missa para coro a 3 vozes e orquestra em honra do Senhor da Cruz, à luz das composições do barcelense Miguel Ângelo Pereira, que se realiza no dia 28 de abril, às 19h, na Templo do Bom Jesus da Cruz.
A Festa das Cruzes, uma iniciativa promovida pelo Município de Barcelos, mantém a sua natureza tradicional de cariz religioso, onde, de forma harmoniosa, o popular tem o seu lugar. A Grandiosa Procissão da Invenção da Santa Cruz, a presença de elementos culturais, etnográficos, folclóricos e populares constituem a matriz deste grande evento, que tem o seu ponto alto a 3 de maio, feriado municipal, dia consagrado ao Senhor do Bom Jesus da Cruz.
O programa compreende ainda um conjunto de eventos e de atividades culturais e recreativas, que mobilizam dezenas de coletividades na cidade e no concelho.
Este ano, foi criado um programa divertido e popular, que, no final, irá satisfazer a população e quem visitar Barcelos ao longo dos dias da festa. E não esquecendo a juventude, à imagem do concelho, a aposta no “Bamos às Cruzes!” é grande, com sete noites de divertimento no Jardim das Barrocas completamente inserido no programa geral da Festas das Cruzes 2017.
“Bamos às Cruzes” é destinada aos mais jovens, a ter lugar no Jardim das Barrocas com uma oferta musical variada, desde a atuação de tunas e DJ’s às atuações de Marcus, Fernando Correia Marques, Tino de Rans, MC Barbarella, Edmundo Vieira e muitos outros ao longo das sete noites.

Batalha das Flores: um dos momentos mais esperados
A cada vez maior presença de coletividades provenientes de Barcelos e também de público, oriundo não apenas do concelho, mas de outros pontos do país e de Espanha, mostra que a Batalha das Flores, que se realiza no dia 1 de maio, é já um verdadeiro cartão de visita da Festa das Cruzes, funcionando como um postal ilustrado de Barcelos.
A batalha propriamente dita ocorre nas principais artérias da cidade, quando os dois corsos, de carros decorados, se cruzam e atiram flores de todas as cores e odores, contagiando de alegria para a refrega os milhares de populares que assistem ao espetáculo.

Arcos de Romaria
Uma das belezas e tradições da Primeira Grande Romaria do Minho são os arcos que se encontram dispostos em redor do campo da feira e tem como objetivo representar a identidade e as tradições de cada uma das freguesias que compõem o município. A diversidade dos arcos é grande, considerando os materiais, o tamanho e os elementos representados. Normalmente aparecem engalanados com elementos patrimoniais das freguesias que representam, por peças de artesanato características do local e pelos seus santos padroeiros.

 

Para ver o programa clique na imagem ou descarregue o PDF.

 

Descarregar Programa .PDF
classificado em: ,