Você está aqui: Entrada Notícias Notícias em rodapé Memorial SAIVAARA na Galeria Municipal

Memorial SAIVAARA na Galeria Municipal

A Galeria Municipal de Arte recebe a exposição Tapio Wirkkala: SAIVAARA 1978-2018, dos arquitetos Márcia Nascimento e Nuno Costa, de 2 de dezembro a 21 de janeiro de 2018.

Esta exposição contempla um estudo inédito que integra textos, fotografias, desenhos e maquetas, cujo principal propósito é oferecer uma perspetiva exclusivamente artística do Monumento Saivaara e assim mostrar o que Tapio Wirkkala verdadeiramente pretendia com a sua ideia; e ainda estimular uma reflexão em torno dos aspetos mais essenciais da Arte e da Arquitetura.

O Monumento Saivaara é uma obra de Tapio Wirkkala (1915-1985), a personificação do design moderno finlandês. O monumento foi desenhado em 1978 para a colina Saivaara (Lapónia) como homenagem ao então presidente da Finlândia, Urho Kekkonen (1900-1986). No entanto, o profundo desconhecimento da obra suscitou no debate público finlandês uma injustificada controvérsia o que fez com que o projeto nunca se chegasse a construir. Neste sentido, o objetivo desta exposição é mostrar o que verdadeiramente pretendia Wirkkala com o Memorial Saivaara.

Outras informações:

Márcia Nascimento (Barcelos, 1982) e Nuno Costa (Póvoa de Varzim, 1984) são Licenciados em Arquitetura pela Escola de Arquitetura da Universidade do Minho (EAUM) desde 2007 e Mestrados em Reabilitação e Renovação Urbana pela Universidade de Santiago de Compostela (USC) desde 2009. Colaboraram entre 2007 e 2010 como assistentes de projeto em ateliês de arquitetura em Espanha e Portugal e, entre 2010 e 2016, como assistentes de investigação na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa (FAUL) e na Escola de Arquitetura da Universidade do Minho (EAUM). Simultaneamente, têm vindo a desenvolver a sua atividade profissional como arquitetos desde 2008. De entre os seus trabalhos destaca-se o projeto Tapio Wirkkala: Memorial Saivaara, 1978 - 2018, desenvolvido desde 2012 sob a orientação do Professor Juhani Pallasmaa, para o qual foram bolseiros do Arts Promotion Centre Finland (TAIKE), Greta and William Lehtinen Foundation, Oskar Öflunds Foundation e Fundação Calouste Gulbenkian.

classificado em: