Você está aqui: Entrada Notícias Notícias em rodapé Parceria com GASC protege pessoas sem-abrigo

Parceria com GASC protege pessoas sem-abrigo

A Câmara Municipal de Barcelos tem vindo a desenvolver, em parceria com as instituições locais, um conjunto de ações junto de pessoas em situação de grande vulnerabilidade social.

 

É o caso do protocolo de colaboração entre o Município de Barcelos e o Grupo de Ação Social Cristã (GASC), onde está previsto um conjunto de intervenções junto da população sem abrigo do concelho.
Ao abrigo deste protocolo, foi implementado, em 2016, o projeto “Um teto para todos”, em que o Município assume os encargos financeiros decorrentes do aluguer de algumas casas do edifício do IHRU, em Arcozelo, para que o GASC possa acolher e autonomizar as pessoas beneficiárias deste projeto.
A população alvo é constituída pelos utentes atendidos/acompanhados pelo GASC que estejam em situação de sem-abrigo, de risco de despejo, de incapacidade para fazer face ao mercado privado de arrendamento e que possua condições de autonomia pessoal.
Constituem objetivos deste projeto: proporcionar um contexto habitacional nas situações já descritas, promover a aquisição de competências pessoais e profissionais que contribuam para o reforço da autonomia do indivíduo, a reorganização do projeto de vida e de reinserção familiar, social e profissional, entre outros.
Pretende-se, em suma, com que estas pessoas sejam apoiadas nestas situações, evitando que passem as noites sem qualquer abrigo e que sejam acolhidas em programas de reinserção.
O GASC desenvolve, ainda, outras atividades em parceria com o Município de Barcelos, através de um acordo de colaboração, com atribuição de valor de 25.000 euros/ano ao GASC, para o desenvolvimento de atividades nas suas diferentes valências. Para além disso, o Município cede instalações onde funcionam o refeitório social e balneários.
Entre outros apoios e projetos sociais, o Município assumiu ainda o apoio financeiro para a aquisição de equipamentos de frio, no âmbito da resposta de distribuição de bens alimentares a famílias carenciadas ( Plano Operacional de Apoio a Pessoas mais carenciadas); é parceiro do Projeto SORRIR-  Eixo do tratamento no âmbito das dependências e mantém um acordo de colaboração com a entidade APDES, para a dinamização de uma equipa de intervenção de rua (Giru-Barcelos), para prestar cuidados a pessoas com dependências, numa perspetiva de minimização de danos decorrentes da situação de dependência (troca de seringas, apoio médico, apoio social).

É o caso do protocolo de colaboração entre o Município de Barcelos e o Grupo de Ação Social Cristã (GASC), onde está previsto um conjunto de intervenções junto da população sem abrigo do concelho.

Ao abrigo deste protocolo, foi implementado, em 2016, o projeto “Um teto para todos”, em que o Município assume os encargos financeiros decorrentes do aluguer de algumas casas do edifício do IHRU, em Arcozelo, para que o GASC possa acolher e autonomizar as pessoas beneficiárias deste projeto.

A população-alvo é constituída pelos utentes atendidos/acompanhados pelo GASC que estejam em situação de sem-abrigo, de risco de despejo, de incapacidade para fazer face ao mercado privado de arrendamento e que possua condições de autonomia pessoal.

Constituem objetivos deste projeto: proporcionar um contexto habitacional nas situações já descritas, promover a aquisição de competências pessoais e profissionais que contribuam para o reforço da autonomia do indivíduo, a reorganização do projeto de vida e de reinserção familiar, social e profissional, entre outros.

Pretende-se, em suma, que estas pessoas sejam apoiadas nestas situações, evitando que passem as noites sem qualquer abrigo e que sejam acolhidas em programas de reinserção.

O GASC desenvolve, ainda, outras atividades em parceria com o Município de Barcelos, através de um acordo de colaboração, com atribuição de valor de 25.000 euros/ano ao GASC, para o desenvolvimento de atividades nas suas diferentes valências. Para além disso, o Município cede instalações onde funcionam o refeitório social e balneários.

Entre outros apoios e projetos sociais, o Município assumiu ainda o apoio financeiro para a aquisição de equipamentos de frio, no âmbito da resposta de distribuição de bens alimentares a famílias carenciadas ( Plano Operacional de Apoio a Pessoas mais carenciadas); é parceiro do Projeto SORRIR-  Eixo do tratamento no âmbito das dependências e mantém um acordo de colaboração com a entidade APDES, para a dinamização de uma equipa de intervenção de rua (Giru-Barcelos), para prestar cuidados a pessoas com dependências, numa perspetiva de minimização de danos decorrentes da situação de dependência (troca de seringas, apoio médico, apoio social).