Você está aqui: Entrada Notícias Arquivo de Notícias 2018 Julho Ministro do Planeamento e das Infraestruturas destaca forte investimento na Linha do Minho

Ministro do Planeamento e das Infraestruturas destaca forte investimento na Linha do Minho

O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, abriu a sessão de informação “Linha do Minho: e depois da eletrificação?”, que decorreu na sexta-feira, dia 27 de julho, no auditório dos Paços do Concelho.

 

O Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, encerrou a iniciativa, organizada pela Associação Comboios do Século XXI em parceria com o Município de Barcelos, e que contou, ainda, com as intervenções do Presidente da Direção da Associação Comboios XXI, António Cândido de Oliveira, e dos representantes da Infraestruturas de Portugal e da Mota-Engil, respetivamente, Carlos Fernandes e João Borges.
O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas discursou sobre o “forte investimento” que está a ser feito no âmbito do programa Ferrovia 2020, destacando as obras de modernização e eletrificação na Linha do Minho, que são o “concretizar de um desejo antigo desta região”.
A eletrificação da Linha do Minho envolve um investimento de 86 milhões de euros e permitirá, adiantou Pedro Marques, “triplicar a capacidade de transporte de mercadorias até à fronteira, que passará de 15 comboios de 300 metros, por dia, para 20 comboios de 750 metros”.
O Ministro anunciou, ainda, que o conjunto de intervenções que está ser realizado vai “envolver a supressão da esmagadora maioria das passagens de nível ainda existentes, nomeadamente no concelho de Barcelos, para onde temos em estudo a subtituição de 13 passagens de nível por passagens inferiores ou superiores, incrementado a segurança da circulação para passageiros, automobilistas e peões”.
Sobre a paragem na estação de Barcelos dos comboios Intercidades, Alfa Pendular e Celta, que a Câmara Municipal tem reclamado junto do Governo, Pedro Marques afirma que “esse trabalho está a começar a ser feito entre a CP e a Infraestruturas de Portugal em articulação com as autarquias”. Neste sentido, acrescenta o governante, “o presidente da Câmara tem, amiúde, manifestado a importância deste tema para o concelho de Barcelos”.
Miguel Costa Gomes mostrou-se satisfeito com o anúncio da supressão de 13 passagens de nível no concelho, adiantando que a questão já está a ser analisada por duas equipas técnicas da Infraestruturas de Portugal e do Município.
O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos defende que “a eletrificação da Linha do Minho constitui um motivo de satisfação para as autarquias e populações da região do Minho, pois que, ao fim de décadas de promessas de investimento na ferrovia entre Nine e Valença, o atual Governo lançou uma obra que deixa excelentes expectativas para a região”.
Portanto, “o Município de Barcelos congratula-se com o investimento em curso e partilha o sentimento generalizado dos autarcas e das populações quanto à importância da renovação da linha férrea que liga o Porto à Galiza”, considera Miguel Costa Gomes.

O Presidente da Câmara Municipal, Miguel Costa Gomes, encerrou a iniciativa, organizada pela Associação Comboios do Século XXI em parceria com o Município de Barcelos, e que contou, ainda, com as intervenções do Presidente da Direção da Associação Comboios XXI, António Cândido de Oliveira, e dos representantes da Infraestruturas de Portugal e da Mota-Engil, respetivamente, Carlos Fernandes e João Borges.

O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas discursou sobre o “forte investimento” que está a ser feito no âmbito do programa Ferrovia 2020, destacando as obras de modernização e eletrificação na Linha do Minho, que são o “concretizar de um desejo antigo desta região”.

A eletrificação da Linha do Minho envolve um investimento de 86 milhões de euros e permitirá, adiantou Pedro Marques, “triplicar a capacidade de transporte de mercadorias até à fronteira, que passará de 15 comboios de 300 metros, por dia, para 20 comboios de 750 metros”.

O Ministro anunciou, ainda, que o conjunto de intervenções que está ser realizado vai “envolver a supressão da esmagadora maioria das passagens de nível ainda existentes, nomeadamente no concelho de Barcelos, para onde temos em estudo a substituição de 13 passagens de nível por passagens inferiores ou superiores, incrementando a segurança da circulação para passageiros, automobilistas e peões”.

Sobre a paragem na estação de Barcelos dos comboios Intercidades, Alfa Pendular e Celta, que a Câmara Municipal tem reclamado junto do Governo, Pedro Marques afirma que “esse trabalho está a começar a ser feito entre a CP e a Infraestruturas de Portugal em articulação com as autarquias”. Neste sentido, acrescenta o governante, “o presidente da Câmara tem, amiúde, manifestado a importância deste tema para o concelho de Barcelos”.

Miguel Costa Gomes mostrou-se satisfeito com o anúncio da supressão de 13 passagens de nível no concelho, adiantando que a questão já está a ser analisada por duas equipas técnicas da Infraestruturas de Portugal e do Município.

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos defende que “a eletrificação da Linha do Minho constitui um motivo de satisfação para as autarquias e populações da região do Minho, pois que, ao fim de décadas de promessas de investimento na ferrovia entre Nine e Valença, o atual Governo lançou uma obra que deixa excelentes expectativas para a região”. Portanto, “o Município de Barcelos congratula-se com o investimento em curso e partilha o sentimento generalizado dos autarcas e das populações quanto à importância da renovação da linha férrea que liga o Porto à Galiza”, considera Miguel Costa Gomes.

 

classificado em: